Os Novos Fascistas

Os “Novos Fascistas” é a primeira de uma sequência de canções que falam de tempos onde a opressão se sobrepõe ao equilíbrio, respeito e bom senso. Um rock cru gravado ao vivo em nosso estúdio móvel que cada vez mais prefere o mato à selva das cidades.
Porque já não é uma questão partidária. É uma questão de se alinhar com a humanidade ou a desumanidade.





OS NOVOS FASCISTAS
(Letra e música Nenung)

Os novos fascistas invadem a pista
fascistas são sempre iguais
Spray de pimenta temperando a sua janta
mais velhos até que os seus velhos pais
Os novos fascistas tem velhas amantes e uma figurante para ser “do Lar”
Temer a tudo é sua regra e morrem de inveja
Ao ver pessoas que são livres pra dançar
Querem decretar a prisão de quem ousa ser alegre
Acreditam que é pecado ter prazer pra ser trocado
E o poder de sermos leves
Os velhos fascistas tem nojo de povo
 E curtem a ideia da submissão
Querem fechar as escolas (ou que vivam de esmolas)
Pois quem pensa ameaça o poder do patrão


DOWNLOAD (Os Novos Fascistas / mp3 / link Google Drive)

Set Anti-Fascistas

Fotos Xirú Sander

Quando gravamos “O anjo que fica” parceria minha com o professor poeta Ronaldo Bastos, comprovamos o valor inegável da vibe no resultado sonoro. Feito isso ficou claro que podemos e queremos fazer imersões regulares com as guitarras pelo mato - na minha casa em 3Coroas - com o estúdio móvel (e a maestria) do Th.





Desta vez foram 2 dias pra fazermos arranjos, gravarmos e finalizarmos nosso set anti-fascista que comenta e tira onda das ondas retrógradas, homofóbicas, escravocratas dessa nova ditadura  repugnante. Nossa gota de indignação no grande mar revolto. Como artistas a gente se sente no compromisso de falar diretamente do que ameaça direitos humanitários conquistados.
Saíram do papel o “Cuspa no Jair por mim, baby”, “Os novos fascistas”, “Meu coração livre” e “Devolvam meu Cais”, esta última pra alimentar o protesto contra a derrubada do Cais A7 na orla de Porto Alegre por força do interesse mesquinho que visualiza a derrubada da história e do uso aberto pra erguer novos Shoppings e chama isso de “revitalização”.
Uma saraivada de música.



 






ESPAÇO

Os The Darma Lóvers criando Espaço! na Europa




Foi em 2008 que o Olivier e a Ema, franceses apaixonados pela música brasileira, nos viram tocando numa biboca do Rio com o Moreno Veloso no Cello. O pedestal quebrou e um maluco ficou o “show” inteiro segurando os  mics pra gente cantar. Mas os franceses amaram. Pediram pra conversar e já conheciam algumas canções. Nos queriam na França.

Lançaram lá o “Laranjas do Céu” pelo seu selo Novomundo, armaram shows e até um retiro em um templo ligado ao nosso professor. Ficamos um mês entre Paris e o sul da França, tocamos em pubs , bares e em um teatro lindaço pra fechar a Tour France.

O mundo e nossas vidas mudaram muito, mas a poucos meses Olivier voltou a dar sinal. Ouviu “Espaço!” e se apaixonou. Em agosto lança no formato digital, em setembro o cd físico.
 E seja o que os ventos quiserem...espalhando sementes, vamos adiante.



 

ESPAÇO!
(Nenung)

Rosto ao Sol raios de luz
Esse tal corpo fatiado em mil pedaços
Como se pudesse a cor se dividir
Como se fosse eu de fato diferente do que vejo em você

Sou espaço e gosto de expandir
A vastidão que somos tente traduzir
Se existe algo separado de nós
Diga de onde o pensamento virou voz
Diga me onde a idéia estava antes daqui

Eu já fui quase tudo
Fui uma pulga caranguejo rei maluco
Sei não quero repetir de onde vim
Só quero mais é ampliar minha visão
E abraçar todo existir




O Anjo Que Fica




No ar: O Anjo ...essa alegria musicada que criou vida própria.

Há 2 anos enquanto eu, Ronaldo e Leo surfávamos no balanço do metrô do Rio, entre muitas faíscas veio a certeza de fazermos algo juntos. Uma canção pra lembrar que existem bandeiras que sobem mais alto. Sobem além. Com a potência do amor e da clareza.
Na entrada do show que que fizemos no RJ com o Dragão no ano que passou estava o mestre lá com 1envelope e 1sorriso :"aqui vai nossa primeira parceria". Me segurei e esperei chegar a minha casa no mato pra olhar a dita com o espaço merecido, degustar o presente e deixar fermentar. Quando veio a hora de puxar a viola foram alguns poucos minutos de muito prazer até a melodia se encontrar com a lindeza natural dessa poesia.
Mas foi puxando o tema com essa banda danada que é o Projeto Dragão que o Anjo subiu acima das nuvens e fez o que quis de nós. E ficamos felizes pra valer.
E muito gratos por compartir tudo isso. E vermos pela frente a chance de fazer mais. Porque esse mundo precisa de doses desmedidas de sinceridade, generosidade, sensibilidade e significado. Acima, abaixo, adentro e além de tudo.
Dedicadores ligados no ponto máximo> Arriba!
Produzida por Thiago Heinrich, co-produzida por Leo Pereda e Walter Costa, a gravação conta com a performance dos músicos de Nenung & Projeto Dragão: Maurício Chaise (guitarra), Thiago Heirinch (baixo e teclados) e Rafael Bohrer (bateria).
Gravado por Thiago Heinrich.
Mixado por Walter Costa.
Masterizado por Carlos Freitas.
Capa por Beto Martin.
Audiovisual: Rodrigo Ferdinand.

iTunes: https://goo.gl/bBdVMl
Spotify: https://goo.gl/8CUKsK
Deezer: http://goo.gl/h2Acdm
Google Play: https://goo.gl/EgnezW
Apple Music: https://itun.es/br/_kmSdb



O Amor

Amor
não precisa ser correto
pra valer 100%

(esculpido no banco da parada 177 - Três Coroas -Tibet)