Páginas

o som e o silêncio~

o som ~e até mesmo a palavra~
quando anteriores ao verniz do artifício
> a construção programada o interesse o vício <
preservam sua qualidade de silêncio
o desenho no espaço da expressão sem começo
a arte essencial se maniFestando
nos fazendo simples e vibrantes
instrumentos ~

a tempestade

no mínimo mítico
ter a cidade surda a si mesma
cercada de explosões ribombando seus ouvidos sentidos
noite e dia dias a fio
tempestades puxando nossas vendas
asfaltos altos submersos
avenidas correndo da chuva ruas se virando em rios
tantos olhos fechados uns aos outros
bocas cheias gritando por não poderem mais se ouvir
a agressão da omissão vai calada rangendo
dentes frágeis batendo
os prenúncios de um fim
a água fria no corpo
a luz que apaga na noite
o ônibus não parou
o bêbado que só chora
e o medo que se demora a ir embora de ti
os dirigentes soberbos seus rabos presos sobrando
os fantasmas assombrando a escravidão por contrato
quem sabe a impermanência
estourando céus e bueiros
nos acordem pros fatos
de que somos passageiros
não vale mais chegar primeiro
pois vamos todos no mesmo barco
a rumar sem piedade
pra beira alta inevitável do infinito
onde argumentos egos e gritos
não fazem o menor sentido ...

coragem é um escolha


é uma opção ~alguns acreditam que caíram aqui pra apedrejar e destruir
outros pra acolher recriar
juntos fazer o que tem vida ressurgir
alguns pra se agarrarem ao passado como se fosse o fim
outros pra respirarem cada bocado do presente
como sendo só o começo
alguns vem encolher a vida e tornar seu mundo restrito
acima e abaixo apontando inimigos
outros pra ampliarem as vistas
pra serem eles abrigos
vendo só beleza onde há variedade
e a esses a Terra responde com clareza
porque ama a todos
mas se identifica mais com os que amam abertaMente
e mesmo que vivendo este mesmo cenário
partilhando de algum medo
decidam por ser corajosos
e realizarem seus segredos



nostalgia do futuro


as vezes
nosso apego ao passado nos deixa fixados
em padrões antigos que de forma alguma nos representam hoje
a mágoa ao sermos advertidos
a ansiedade por sermos aceitos e incluídos
até mesmo em relação ao futuro podemos ser nostálgicos
projetando condições que pareciam satisfatórias a muito tempo
mas seria mais saudável e honesto
se fossem atualizadas
por que o futuro de ontem já não nos cabe

conecta no silêncio ~

conecta no silêncio
que é teu e de ninguém
e assim sendo nos lembra
da liberdade que temos
de não manter 1 correr constante
o motor sempre ligado
1 ruído ou 1 rosnado
pra provar star aqui
nos diluímos no instante
solúveis e sem solução
saudáveis por natureza
abertos pra dar e responder
sem desprender da essência ~

imagem> Lcy Campbell


paz clareza e paciência

Nenung faísca canções e toques ~

nesta sexta 20 hrs Nenung canta e troca faíscas sobre meditação, vida e criatividade em tempos exigentes > na escola de Yoga Yogashala, São Leopoldo~RS


a distância saudável


sem se distanciar com certa (ir)regularidade
da nossa auto-imagem
acabamos acreditando que essa
>que seria um truque
pra manter uma fachada reconhecível<
tem de fato duração~ peso~ importância
e viramos o cativeiro de nossa própria liberdade
distanciar e rir de si
é saudável
e indispensável


Nenung em "tapete Voador" mini tour ~

inventei de desatar o lacre e o calendário se encheu de música :)
coisa boa essa teia viva com vontade de arte & trocas ativas>

"Tapete Voador mini tour" rsrs:

23.agosto/quarta 19 hrs >Ocupação Lanceiros Negros~Porto Alegre

25.agosto/sexta 21 horas > com Flu & 4Nazzo no Carmelita ~Porto Alegre

8.setembro/sexta 20 horas > com Daniel Namkay em Garopaba~SC

15.setembro/sexta 20 horas > Yogashala/São Leopoldo~RS

23.setembro/sábado 16 horas > Ocupação Casa da Praça/Novo Hamburgo~RS

30.setembro/sábado 17.30 > Capim Limão/Sapiranga~RS

e em outubro e novembro voltando com Darma Lóvers e Projeto Dragão
~ bóra voar junto!


Nenung gravando #RafaelBraga

Nenung entrou em estúdio > com o parceiro de Dragão e Darmas Thiago Heinrich que além de multi-instrumentista é produtor musical. Ontem foi  dia de gravar a canção "#RafaelBraga" um meio blues/hiphop feito com uma sequência de copos e uma guitarra.
A Música é parte do disco "Incendeia tua Aldeia" a ser lançado em outubro, movido por financiamento Coletivo.
 Expressionante...

cat neds air :)

quando a gente relaxa ao centro
sem pressa de responder ou se confirmar no mundo
acha espaço e tempo pra se reinventar~
se permita respirar

dignidade é medicina




se o mundo institucional
corporativo e genérico
anda tomado pela mentira hipocrisia e corrupção
o meu não ~
dignidade é o fio
que determina a fronteira da tua mente
use >