Páginas

da gratidão ~

já que tá na pauta a palavra
melhor expandir
e incluir aí todos estes que nos trazem à tona
as emoções menos nobres que carregamos com a gente
que sem um agente pra nos deixar furiosos rancorosos
invejosos ou lamentosos
não apareceriam tãoo claramente no nosso retrovisor
e talvez pudessem ser tidas como vencidas e superadas>
e temos muito por treinar
a vida ideal não nos liberta
gratidão a quem nos provoca <3
pela legenda esta ilustra é de Jimmy Liao ~

a lembrança das ondas ~~


a primeira onda me fez lembrar a quanto muito tempo
a segunda espalha o que sou respingo visões sentimentos
 a terceira bate abre de umasóvez a porta do meu peito
a seguinte lava a antiga insistência em bolhar pensamentos
as que vem seguidas lembram outros dias tantas outras vidas
e esqueço nomes desfaço saudades no salgar dos olhos
e me sinto todo mergulhado em força fluido em movimento
arrepio do nada ouço corpo adentro seu ensinamento
já silencioso faço uma promessa sem usar palavras
de voltar sem pressa mas não demorar tanto pra voltar a ela
render homenagem receber a benção de onde renascemos
direto na fonte abraço nossa mãe me torno um com ela
posso ir adiante ~ ampliado e calmo como fomos antes
sem esquecimentos

o rito da simplicidade ~


gerar gestos no dia como se fosse um rito
foco no espaço tempo no sopro
arte no traço brilho no olho
e outro dia passa mas não é só outro
tantas novas vidas e hoje é só o começo
porque nada dura
que esse dia flua ~





o Ser Perceptivo ~


a gente tão ocupado
em repetir o já mastigado
na afirmação infinita do gosto não gosto
quero não quero interessa nem vejo
que deixa passar o grande barato
o milagre gratuito e incessante
que é o simples fato de sermos Seres Perceptivos
~a percepção por si só é a loucura fantástica
inexplicável inexaurível sem limite
> ver ouvir captar sentir <
mas em sintonias comuns
ela se torna só outra trivialidade
pra servir de suporte às nossas distrações sem vida
à essa confusão tão antiga
da auto afirmação confinada
e nos perdemos a troco de nada ~


miragem~


se saber sendo passagem
um barco leve na miragem
o avesso da paisagem
suspiro de uma borboleta
vendo vir outra tempestade
aceitar ~expandir~despertencer


Samsara ~


Samsara
é como os indianos do passado
nomearam esse mundo cruel e careta
carente egoísta e indiFerente
:Chinelão ~

deixa vir ~

as vezes
a razão diz mandar no coração
mas é só consolo
e dói mais pra quem finge não ver
enquanto engole o próprio choro ~
deixa vir


Fogueira de Natal

 Há um tempo fui ao Rio  convidado pelo Dado pra compormos juntos um trabalho novo. Ele ainda não tinha claro sobre o que gostaria de cantar mas nas primeiras conversas ficou evidente que precisava resgatar e fechar um ciclo tbm em relação a Legião. Entre várias histórias que contou essa do Renato ~ que quando teve negado seu pedido de um violão pra animar a festa da melancólica ala dos dependentes ~ literalmente tacou fogo no prédio. O natal foi fogo...
No que me mostrou essa primeira melodia a letra saltou junto. É assim quando a sintonia é boa. Depois dessa fizemos mais 7 em 3 dias. Fora uma que era instrumental todas estão no Exit, seu disco novo.





FOGUEIRA DE NATAL 
(Dado Villa-Lobos | Nenung)

Revoada que desfia pelo ar
Toda a noite amanheceu no teu olhar
Já mudamos o destino pode crer
O impossível é flexível sempre foi

O Natal foi fogo
O fogo eu que comecei
Quem sabe o ano novo
Me devolva o que eu sonhei

Fomos tribo pela selva atrás de amor
A aventura de viver sem calcular
Nos perdemos cada um achando o seu
Trilho novo pra se achar...

O fogo eu que comecei
Quem sabe o ano novo
Me devolva o que eu sonhei

O fogo eu que comecei
Quem sabe o ano novo
Me devolva o que eu queimei

A fogueira e nós saltando ao redor
Que a tristeza vire cinza e calor
Revoada que desfia pelo ar
Toda a noite amanheceu...



+ amor & humor ~


+amor & humor pfavor
até porque essa vida não vai mesmo "dar certo"
se a gente não realizar pra valer
isso que viemos pra Ser
sem se levar tão a sério ~

sobre aceitação e conformidade

uma coisa é aceitar o que está aqui e agora
da forma como se apresenta e é percebido
bem outra é aceitar cegaMente as normas e padrões decretados
por humanos parciais e limitados
regras baseadas no passado
estas devem ser revistas e questionadas
criteriosamente ~


nós, os passageiros ~

para aqueles que atingem
a visão de 1 monarca universal
~o menor e o maior simultaneamente realizados~
vivos e mortos são todos iguais
passageiros em trânsito
errantes em busca de algo mais
potência atemporal a ser reconhecida e manifestada
dentro do tempo
raros únicos e ...passageiros
lembra de quem partiu > sabendo que logo partiremos
e o valor está nas escolhas que fazemos
antes que a morte nos separe
tbm de nós mesmos ~


amanhã, amanheça ~

se por hoje chega disso deixa a noite te tomar
deixa a mente jejuar
deixa que o tempo te esqueça
:amanhã amanheça ~

o bom proveito

tua disposição interna
determina o passo
e a direção do teu dia
e não se desperdiça uma escolha> quando ela existe
bom proveito!